Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Morreu a escritora Ana Branca

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Segunda, 6/11/2017 13:36.

A escritora Ana Branca da Costa Maia Cardoso faleceu aos 87 anos, de causas naturais, no sábado (4). Ela estava hospitalizada há uma semana na Unimed Balneário Camboriú. O sepultamento aconteceu no domingo (5), no cemitério da Fazenda.

Ana Branca como era conhecida em Itajaí e em Balneário Camboriú, onde fixou residência nos últimos 17 anos, era natural de Nova Lisboa (Angola/África) e sua origem sempre foi lembrada em suas obras literárias.

Somente depois dos 30 anos começou sua carreira literária como escritora, poetisa, contista e cronista. Participou de 20 antologias, recebeu medalhas e premiações, era acadêmica da Academia de Letras de Balneário Camboriú e Itajaí.

Apaixonada por poesia, publicou no ano 2000 seu primeiro livro ‘Sementes Angolanas’. Em 2003 publicou seu primeiro livro de contos intitulado ‘Contos e Crônicas d’Aquem e Além Mar’. Em 2004, motivada pela artista plástica Lourecil Saidel, com quem trabalhou de 1986 a 1992 em Itajaí, Ana Branca publicou dois livros infantis: ‘A Galinha de Angola’ e ‘O Macaquinho Ladrão e outros Contos Aventureiros’.

Ana Branca era diretora da escola de música Proarte e Lourecil era responsável pelo acervo em papel da Fundação Genésio Miranda Lins, guardados para vir a ser o Museu do Desenho e da Gravura de Itajaí. As duas tinham em comum o amor pela poesia que originou uma parceria artística, Ana criando histórias e Lourecil ilustrando as histórias.

Um dos filhos da escritora, Álvaro Cardoso contou que Ana estava pensando em escrever mais um livro e já tinha até título para a obra que não conseguiu terminar “Quantos tipos de Ana eu sou?”.

Ana Branca deixou quatro filhos, Álvaro e Sérgio (que moram em Balneário), Ana que mora em São Paulo e Homero que reside em Portugal e três netos.

Arquivo da família:


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Saúde

Objetivo é investir em prevenção e desafogar o Posto Central


Empregos

Salários chegam a R$ 22 mil


Geral

Elcio Rogério Kuhnen prestou contas da sua administração


Cidade

Jornal Página 3 prepara material especial para a data


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade