Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Show ‘Simplesmente Elis’ estreia com casa cheia em Balneário Camboriú

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Divulgação

Quinta, 21/6/2018 14:49.

O espetáculo ‘Simplesmente Elis’ que a cantora Didi Gomes apresentará nesta quinta-feira (21), às 20h30, no Teatro Bruno Nitz, tem duas horas de duração e lotação esgotada.

Por onde passa, Didi Gomes esgota as bilheterias, porque o show traz os principais sucessos da carreira de Elis Regina, uma das maiores intérpretes da música brasileira. Ela canta acompanhada por músicos que tocarão instrumentos das décadas de 1960 e 1970.

O show terá ainda projeções de imagens e depoimentos. Didi, paulista de Santos, canta desde criança e tem conquistado admiradores por onde se apresenta, porque seu timbre de voz é muito parecido ao de Elis.

Casa cheia

Potyra Najara, diretora do teatro Bruno Nitz, disse ao Página3 que está tentando uma segunda apresentação do show em Balneário, porque mesmo pagos, os ingressos acabaram rapidamente.

Casa cheia vem sendo uma constante no teatro. Foi assim semana passada quando a atriz Lucélia Santos ministrou um workshop em Balneário. Será assim neste final de semana quando acontecerá o Circuito Sesc de Música e de novo no primeiro dia de julho, quando será apresentado o espetáculo de Letícia Spiler.

“Estamos muito felizes, porque é uma luta de anos essa formação de público, fazendo com que eventos culturais sejam o endereço, façam parte da programação das pessoas. Casa cheia, teatro lotado, às vezes até fila de espera faz parte deste novo cenário cultural”, disse Potyra.

Ela destaca que não são apenas eventos gratuitos que esgotam os ingressos. Esse show ‘Simplesmente Elis’ vendeu ingressos a R$ 60 (inteira). Tampouco somente no teatro está acontecendo essa mudança.

“Verificamos que isso ocorre em todos os eventos culturais e artísticos, que fazemos nas praças, nas feiras. Também é preciso colocar que temos tido produções de alto nível e ainda assim muitas vezes ouvimos que falta divulgação. Tenho 19 anos de luta na cultura local e hoje vejo que estamos colhendo frutos de vários movimentos. Hoje vejo pessoas chegando no teatro em busca da agenda, da programação. Então tudo isso é muito gratificante, nossa equipe está muito feliz e empenhada para que cada vez mais nossa gente se mobilize em função da cultura”, destacou Potyra Najara.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade