Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Com um a menos em boa parte do jogo, São Paulo empata com Rosário

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Sexta, 13/4/2018 6:19.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O São Paulo estreou na noite desta quinta (12) na Copa Sul-Americana com um empate por 0 a 0 contra o Rosário Central, na Argentina.

Fora toda a dificuldade e pressão que é jogar no estádio Gigante de Arroyito lotado, com toda a tradicional festa dos torcedores argentinos, a equipe brasileira teve que se virar com um jogador a menos em mais de metade da partida.

O zagueiro Rodrigo Caio foi expulso aos 35 minutos do primeiro tempo disputa pelo alto com Marco Rubén. O cotovelo do são-paulino acertou o rosto do adversário, deixando um corte.

O cartão vermelho quebrou o sistema de jogo com três zagueiros que o técnico uruguaio Diego Aguirre havia escalado para a partida.

A expulsão também deixou a equipe são-paulina nervosa. Jogadores discutiram muito com a arbitragem, e o preparador físico do clube, Fernando Pignatares, acabou expulso.

Quando o time colocou a cabeça no lugar, equilibrou as ações no jogo. O fato é que a equipe argentina pouco criou e se mostrou limitada.

Aos 36 min da segunda etapa, o meio-campo Carrizo, do Rosário, também foi expulso.

O São Paulo conseguiu segurar a natural pressão dos donos da casa no final do jogo e saiu de campo com o empate.

As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo mês. O confronto de volta será no dia 5 de maio, no Morumbi. Um 0 a 0 leva a partida para os pênaltis. Empates com gols dão a classificação aos argentinos.

Na segunda (16), o time tricolor estreia no Brasileiro contra o Paraná, às 20h, em casa.

ROSARIO CENTRAL
Ledesma; Gómez, Tobio, Cabezas, Parot; Lovera (Pereyra), González, López, Pissano, Carrizo; Zampedri, Ruben (Herrera). T.: Leonardo Fernández

SÃO PAULO
Sidão; Arboleda, Militão, Rodrigo Caio; Régis (Bruno Alves), Petros, Jucilei, Liziero, Reinaldo (Lucas Fernandes); Nenê, Tréllez (Valdivia). T.: Diego Aguirre

Estádio: Gigante de Arroyito, em Rosário (Argentina)
Juiz: Victor Hugo Carrillo (Peru)
Cartões amarelos: Carrizo, González, Marco Rubén, Parot e Zampedri (Rosario Central); Régis (São Paulo)
Cartões vermelhos: Carrizo (Rosario Central); Rodrigo Caio (São Paulo) 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Negócios

Projeto bateu o próprio recorde de adesões e ações


Esportes

Os campeões colocaram a CPH Brasil e Balneário no topo do pódio    


Política

Segurança e mobilidade estiveram entre as principais preocupações


Cidade

Conselho da Cidade e Câmara de Vereadores não votam mais em casos desse tipo 


Publicidade


Esportes

O título é inédito para Balneário Camboriú    


Esportes

A equipe treinada por Gerson Cabral quer o bi  


Variedades

Inscrições abertas


Cultura

Serão distribuídos R$ 8,4 milhões aos vencedores. 


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade