Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Maior no Brasil, Flamengo vê Corinthians à sua frente no Sudeste, diz Datafolha

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Sexta, 13/4/2018 14:33.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Flamengo tem a maior torcida do Brasil, com 18% do país declarando torcer para o clube, mas não a maior do Sudeste.

Segundo pesquisa Datafolha, numericamente, este posto pertence ao Corinthians, que tem a preferência de 19% dos torcedores da região, contra 14% de flamenguistas. Se considerada a margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos neste recorte da pesquisa, no entanto, as equipes estão tecnicamente empatadas.

Considerando todo o país, o Corinthians aparece na segunda posição, com a preferência de 14% dos entrevistados, contra os 18% do Flamengo. O resultado está no limite da margem de erro de dois pontos percentuais, mas com o empate improvável.

O São Paulo aparece em terceiro lugar no Sudeste, com 10%. Logo atrás, e tecnicamente empatados com o clube tricolor, estão Palmeiras (8%), Cruzeiro (8%), Atlético-MG (5%), Vasco (4%) e Santos (4%). 

Nordeste e Norte dão liderança ao Flamengo

O Flamengo aparece à frente do Corinthians em pesquisa Datafolha sobre as maiores torcidas do Brasil em grande parte graças à liderança da equipe carioca na preferência dos habitantes das regiões Norte e Nordeste.

Considerando todo o território nacional, o Flamengo tem a preferência de 18% dos torcedores e está tecnicamente empatado na liderança com o Corinthians, com 14%, no limite da margem de erro (dois pontos percentuais para mais ou para menos).

Na região Sudeste, o time paulista está numericamente à frente da equipe rubro-negra, com a preferência de 19% dos torcedores contra 14% do Flamengo. Se considerada a margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos no recorte regional, porém, as equipes estão tecnicamente empatadas na primeira posição.

Já no Norte do país, o Flamengo ocupa a primeira posição na preferência dos torcedores de forma isolada, com 37%. A equipe não é alcançada pelo Corinthians, o segundo colocado numericamente, com 8%, mesmo se for considerada a margem de erro de seis pontos percentuais.

A situação se repete no Nordeste, onde o time rubro-negro tem a preferência de 23% dos torcedores, contra 9% da equipe alvinegra. Nesse caso, a margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

O clube paulista aparece em pé de igualdade com o Flamengo na região Sul, onde tem a preferência de 12% dos torcedores contra 8% da equipe rubro-negra.

Nessa região do país, Grêmio, Internacional e Corinthians estão tecnicamente empatados na liderança da preferência dos torcedores considerando a margem de erro de cinco pontos percentuais para mais ou para menos. O time tricolor, porém, está numericamente à frente dos adversários, com 20%, contra 18% de colorados.

Na região Centro-Oeste, Flamengo e Corinthians estão tecnicamente empatados na liderança considerando a margem de erro de seis pontos percentuais para mais ou para menos. Numericamente, porém, a equipe carioca está à frente, com 23% contra 15% de corintianos.

SEM ALTERAÇÃO

Os dois títulos de Brasileiro conquistados desde a última pesquisa pelo Corinthians não alteraram de forma significativa a preferência dos torcedores. Os índices dos dois clubes mais populares no último levantamento, realizada de 29 a 30 de janeiro, são iguais aos do Datafolha anterior, realizado de 3 a 5 de junho de 2014.

Nos últimos anos não houve grande variação na porcentagem de torcedores de cada um dos 14 maiores clubes do país. Desde 2007 os índices apenas oscilam dentro da margem de erro.

No limite da margem de erro, São Paulo, Palmeiras, Vasco e Cruzeiro estão tecnicamente empatados na terceira posição. A equipe do Morumbi conta com a preferência de 8% dos torcedores brasileiros, seguida pelo time alviverde, com 6%. Vasco e Cruzeiro estão logo atrás, com 4%.

Grêmio (3%), Santos (3%), Inter (3%) e Atlético-MG (2%) vêm na sequência. Botafogo, Fluminense, Bahia e Vitória têm 1% cada. Os demais times citados somam juntos 8%, sendo que 22% disseram não torcer para nenhum time.

Seguido por Inter e Corinthians, Grêmio lidera preferência no Sul

O Grêmio lidera a pesquisa do Datafolha que aponta a preferência dos torcedores no Sul do Brasil. Segundo o levantamento, 20% dos moradores da região torcem para a equipe. Internacional, com 18%, e Corinthians, 12%, aparecem na sequência como os preferidos nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Na pesquisa nacional, onde foram ouvidos torcedores de todo o Brasil, o Grêmio aparece na sétima posição, com 3%, empatado com Internacional e Santos.

Já o Corinthians é o segundo, com 14% das preferências. A liderança é do Flamengo, 18%. Considerada a margem de erro da pesquisa nacional, que é de 2 para cima e para baixo, os dois clubes estão empatados tecnicamente.

O Sul é a única região além do Sudeste em que o Corinthians supera o Flamengo. Corintianos representam 12% da parcela regional, enquanto flamenguistas detêm 8% dos torcedores, seu menor índice regional. O clube carioca lidera a pesquisa nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Maior entre nordestinos, Bahia é quarto colocado em torcida na região

O Bahia é o representante do Nordeste com maior torcida na região. Segundo o Datafolha, seus simpatizantes representam 6% da preferência regional, empatado com o Vasco e atrás somente de Flamengo e Corinthians, com 23% e 9%, respectivamente. A margem de erro é de quatro pontos para mais ou para menos.

O Vitória aparece na pesquisa como preferência de 3% dos torcedores nordestinos. Considerada a margem de erro, os dois rivais estão tecnicamente empatados.

Centro-Oeste é região com maior índice de pessoas sem time de preferência

A região Centro-Oeste do Brasil é a que menos tem pessoas que dizem torcer para algum clube de futebol. Segundo levantamento do Datafolha, 29% dos moradores de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal não têm preferência clubística.

As maiores torcidas do Centro-Oeste são a do Flamengo, com 23% da preferência, e a do Corinthians, com 15%. A margem de erro para a região é de seis pontos percentuais para menos ou para mais.

A terceira maior torcida do Centro-Oeste é a do São Paulo, com a parcela de 9% dos torcedores locais, seguido pelos rivais paulistas Palmeiras, dono de 6%, e pelo Santos, com 4%.

Na pesquisa nacional, o Flamengo lidera, com 18%, seguido pelo Corinthians, com 14% das preferências. Considerada a margem de erro da pesquisa nacional, que é de 2 para cima e para baixo, os dois clubes estão empatados tecnicamente.

Mais de um terço do Norte do país torce para o Flamengo

Flamengo e Corinthians têm as duas maiores torcidas do Brasil segundo pesquisa Datafolha, mas em nenhuma região do país a diferença é tão grande a favor dos rubro-negros como no Norte.

Os flamenguistas representam 37% dos habitantes da região. Ou seja, mais de um terço dos torcedores torce para a equipe.

O Corinthians, segundo colocado com 8%, fica longe do time carioca mesmo levando em conta a margem de erro de seis pontos percentuais para mais ou para menos.

Logo atrás está o Vasco, um dos principais rivais do Flamengo no Rio de Janeiro, com a preferência de 7% dos entrevistados da região Norte.

Considerando todo o território nacional, o Flamengo lidera com 18% contra 14% de corintianos. O resultado está no limite da margem de erro de dois pontos percentuais, mas com o empate improvável.

Já o Vasco, com a preferência de 4% dos torcedores de todo o Brasil, aparece numericamente em quinto, mas empatado tecnicamente na segunda posição com São Paulo (8%), Palmeiras (6%) e Cruzeiro (4%).

No Brasil, o Bahia mantém o mesmo número da pesquisa Datafolha anterior, de junho de 2014, com 1% dos torcedores de futebol do país. O Vitória também tem 1%.

O Flamengo lidera a pesquisa nacional, com 18%, seguido pelo Corinthians, com 14% dos torcedores. Considerada a margem de erro da pesquisa nacional, que é de 2 para cima e para baixo, os dois clubes estão empatados tecnicamente.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade