Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Sátira ucraniana de pôster da Copa critica “Rússia sanguinária”

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook / Andriy Yermolenko

Segunda, 11/6/2018 13:12.

(UOL/FOLHAPRESS)

O conflito entre Rússia e Ucrânia é também uma guerra de propaganda. A Rússia está em posição estratégica neste momento, concentrando as atenções do mundo para a Copa do Mundo que começa na próxima quinta-feira (14). Aproveitando a situação, o artista ucraniano Andriy Yermolenko criou uma série de pôsteres para expor críticas ao regime de Vladimir Putin, que rapidamente se tornaram virais na internet.

De forma geral, os pôsteres, todos com fundo vermelho -cor de sangue e, também, símbolo do regime socialista da antiga União Soviética-, fazem referência à Copa do Mundo e também ao futebol. Mas, em muitos casos, inclusive na sátira do logo oficial da Copa, a bola é substituída por uma caveira.

Em um dos pôsteres mais compartilhados, Putin aparece vestindo o agasalho da seleção russa, em posição de cócoras, como se defecasse uma série de caveiras, dizendo: "You can't stop me, suckers" ("Vocês não podem me impedir, idiotas"). Em outro pôster mostra uma ampulheta na qual bolas são transformadas em caveiras.

Andriy Yermolenko publicou os primeiros desenhos na semana passada, no Facebook. Depois, diversos perfis russos e ucranianos denunciaram que a rede social teria excluído a página do artista, que pôde ser acessada pelo UOL Esporte normalmente nesta segunda-feira. A exclusão teria durado dois dias.

O artista acusa a Rússia por abater o avião que da Malaysia Airlines na Ucrânia em 2014 e pelo o envenenamento do ex-espião Sergey Skripal e sua filha Yulia, além de bombardear crianças e civis em Alepo, na Síria. Alguns dos pôsteres representam supostos campos de concentração, cemitérios e mães desesperadas pela morte de seus filhos.

Rússia e Ucrânia estão em conflito desde 2014, quando um grupo separatista da Crimeia, no leste ucraniano, supostamente recebeu apoio russo para buscar sua independência. Desde então, russos e ucranianos têm se acusado mutuamente. No fim do mês passado, a Ucrânia acusou a Rússia de ter matado o jornalista Arkady Babchenko. Mas tudo não passava de um plano dos ucranianos para encontrar e deter um suposto matador contratado para eliminá-lo.

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade