Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Com Griezmann, jovem seleção da França já relativiza favoritismo

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Divulgação / FFF

Segunda, 11/6/2018 14:35.

EDUARDO GERAQUE  MOSCOU, RÚSSIA (FOLHAPRESS)

Para evitar que a juventude do time francês entre na berlinda antes mesmo de o Mundial começar, o treinador do time azul preferiu relativizar o favoritismo da França em seu primeiro dia de trabalho na Rússia.

"É um time forte, mas inexperiente. Apenas seis jogadores da atual seleção estiveram no Brasil", afirmou o treinador Didier Deschamps. Segundo o técnico, a equipe vai ficar pronta até a estreia, mas é preciso ter foco e ao mesmo tempo estar relaxado para se fazer uma boa Copa do Mundo.

Os números da média de idade de todas as 32 seleções que estão chegando à Rússia corrobora a frase do também ex-jogador da França, campeão do mundo sobre o Brasil, em 1998.

A seleção francesa é antepenúltima equipe mais nova da competição, com uma média etária de 25,6 anos. Em termos de comparação, o Brasil está com uma média de 28 anos e a Argentina, a quarta mais velha, 28 anos.

Um dos destaques da França, que está no Grupo C ao lado de Austrália, Peru e Dinamarca, adversários pela ordem da fase de grupos, é o jovem Mbappé, do Monaco. Apesar de o atacante de 19 anos ter sido campeão europeu sub-19, ele atuou apenas 15 vezes no time principal até agora.

O time da França, que começa sua campanha no sábado (16), vai ter que provar em campo que juventude e a conquista de uma Copa do Mundo podem estar juntos.

Para isso, pretende contar com a experiência do atacante Griezmann, de 27 anos, um dos citados por Deschamps que estiveram na Copa de 2014 no Brasil. 

O atleta do Atlético de Madrid, que teve um avô português também jogador, vive grande fase e especula-se que pode se transferir para o Real Madrid após o Mundial.

Quem também entra no grupo dos experientes é Girold, um dos artilheiros do Chelsea. Apesar de ter sofrido um corte na testa no amistoso contra os Estados Unidos no sábado (9), ele está confirmado na estreia da Copa do Mundo.

Se bem que Deschamps, apesar de dizer que sabe quem vai começar jogando, fez mistério sobre o time titular que enfrentará a Austrália.

A França optou por um lugar tranquilo e isolado para se concentrar e treinar. A delegação europeia está a mais de 40 quilômetros do centro de Moscou, em um hotel isolado tanto da imprensa quanto dos torcedores.

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Justiça

Multa diária pelo descumprimento é R$ 10 mil 


Eleições

Condenado por corrupção e lavagem em decisão colegiada ele é inelegível  


Esportes

“Ele é um furacão”, diz seu treinador  


Entrevista

Ele aceitou ser "cobaia" dos jornalistas


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade