Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Mais de 35 mil alunos orientados pelo PROERD em Balneário
Divulgação/Câmara Municipal
Tiago Ghilardi, Evaldo Hoffmann, Piruka, Roberto Souza, Karine e Maria Ester

Quinta, 12/4/2018 17:47.

Os números foram lembrados na sessão solene que a Câmara de Vereadores realizou nesta quarta-feira (11), em comemoração aos 20 anos do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à violência (PROERD).

Quem recebeu a homenagem foi o Ten.Cel.José Evaldo Hoffmann Júnior, comandante do 12º Batalhão da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), e o capitão Tiago Teixeira Ghilardi, coordenador do Proerd e comandante da PM em Camboriú. A homenagem foi proposta pelo vereador Leonardo Piruka (PP) com apoio de todos os vereadores.

O programa começou em 1998 e destina-se para estudantes dos quintos anos, da rede pública e particular. Na vizinha Camboriú já atendeu mais de 18 mil estudantes.

O objetivo é o de orientar e capacitar crianças, adolescentes e adultos para resistirem às drogas e à violência, através de ações de polícia ostensiva de caráter educacional, realizada por policiais militares habilitados, em instituições públicas, privadas e comunitárias, integrando Polícia Militar, família e escola. Até o final de 2017 foram contabilizados mais de 1,3 milhão de catarinenses orientados pelo programa, presente em 265 das 295 cidades do Estado.

Sucesso

“O programa é um tripé: família/escola/polícia. Se um destes não funciona o tripé desaba, mas os três juntos são a fórmula do sucesso”, disse o coordenador do Proerd do 12o BPM. Ghilardi destacou que o objetivo maior é alcançar 100% dos estudantes de quinto ano e citou mais um fator de sucesso.

“É muito importante, porque a gente entra na família através da criança, ela leva o que aprendeu para casa, fala sobre o que escutou e tem até deveres para fazer”, detalhou Ghilardi.

Na sessão solene, a mesa principal foi formada pelo Ten.Cel. Hoffmann Júnior, Karine de Almeida Gomes (que representou o prefeito Fabrício Oliveira), o presidente legislativo Roberto Souza Junior, o capitão Ghilardi, o vereador proponente Piruka e a professora Maria Ester Menegasso, diretora-geral do Centro de Educação Superior da Foz do Itajaí (Cesfi), da Udesc/Balneário Camboriú.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Mais de 35 mil alunos orientados pelo PROERD em Balneário

Divulgação/Câmara Municipal
Tiago Ghilardi, Evaldo Hoffmann, Piruka, Roberto Souza, Karine e Maria Ester
Tiago Ghilardi, Evaldo Hoffmann, Piruka, Roberto Souza, Karine e Maria Ester

Os números foram lembrados na sessão solene que a Câmara de Vereadores realizou nesta quarta-feira (11), em comemoração aos 20 anos do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à violência (PROERD).

Quem recebeu a homenagem foi o Ten.Cel.José Evaldo Hoffmann Júnior, comandante do 12º Batalhão da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), e o capitão Tiago Teixeira Ghilardi, coordenador do Proerd e comandante da PM em Camboriú. A homenagem foi proposta pelo vereador Leonardo Piruka (PP) com apoio de todos os vereadores.

O programa começou em 1998 e destina-se para estudantes dos quintos anos, da rede pública e particular. Na vizinha Camboriú já atendeu mais de 18 mil estudantes.

O objetivo é o de orientar e capacitar crianças, adolescentes e adultos para resistirem às drogas e à violência, através de ações de polícia ostensiva de caráter educacional, realizada por policiais militares habilitados, em instituições públicas, privadas e comunitárias, integrando Polícia Militar, família e escola. Até o final de 2017 foram contabilizados mais de 1,3 milhão de catarinenses orientados pelo programa, presente em 265 das 295 cidades do Estado.

Sucesso

“O programa é um tripé: família/escola/polícia. Se um destes não funciona o tripé desaba, mas os três juntos são a fórmula do sucesso”, disse o coordenador do Proerd do 12o BPM. Ghilardi destacou que o objetivo maior é alcançar 100% dos estudantes de quinto ano e citou mais um fator de sucesso.

“É muito importante, porque a gente entra na família através da criança, ela leva o que aprendeu para casa, fala sobre o que escutou e tem até deveres para fazer”, detalhou Ghilardi.

Na sessão solene, a mesa principal foi formada pelo Ten.Cel. Hoffmann Júnior, Karine de Almeida Gomes (que representou o prefeito Fabrício Oliveira), o presidente legislativo Roberto Souza Junior, o capitão Ghilardi, o vereador proponente Piruka e a professora Maria Ester Menegasso, diretora-geral do Centro de Educação Superior da Foz do Itajaí (Cesfi), da Udesc/Balneário Camboriú.

Publicidade

Publicidade