Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Construção da UPA do Nações não teve valor superfaturado

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Divulgação.

Sexta, 29/6/2018 9:51.

A responsável pela empresa que construiu a Unidade de Pronto Atendimento do Bairro das Nações para a prefeitura de Balneário Camboriú disse ontem ao Página 3 o acréscimo de 71% no custo da obra em apenas um ano decorreu de mudanças no projeto original.

A prefeitura licitou a obra em 2012 pelo valor de R$ 1.119.999,33, mas ela não foi executada. Em 2013 licitou novamente, por R$ 1.920.000,00 e a variação no preço se deveu ao aumento de 97% na área construída.

O projeto executado, desenvolvido internamento pela prefeitura, tinha vários problemas e hoje a UPA não pode funcionar porque não atende os padrões impostos pela legislação.

A prefeitura terá que refazer parte da obra, mas ainda não existe previsão de custo e data.

O Ministério Público investiga o assunto.
 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade