Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

MP denunciou nesta quarta-feira “Verinha” pela morte de Sérgio Renato

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Night e Cia/Reprodução

Quinta, 7/6/2018 8:54.

O promotor da 1ª Vara Criminal de Itajaí denunciou formalmente nesta quarta-feira (6) a despachante Vera Lúcia da Luz, a “Verinha” pela morte do ex-diretor da prefeitura de Balneário Camboriú Sérgio Renato Silva.

“Verinha” está presa, nesta sexta vencem os 30 dias da sua prisão preventiva que poderá ser prorrogada ou não a critério da justiça.

Segundo a acusação “Verinha” participou de fraudes em diversos projetos de construção aprovados pela prefeitura de Balneário Camboriú e mandou matar Sérgio Renato quando esse percebeu e começou a investigar os fatos.

Ela teria contratado um homem, vulgo Paulista, que lhe prestou serviços como gesseiro e esse por sua vez contratou outros cúmplices.

Pelo que a reportagem teve acesso, já que o processo corre em segredo de justiça, a peça chave para apurar a participação de “Verinha” é Paulista porque se ele não falar, as provas contra a acusada enfraquecem.

Até o momento os maiores progressos dos investigadores vieram de delações, pessoas que foram presas e acabaram incriminando outras.

O advogado da acusada, Guilherme Gottardi, diz que “Verinha” é inocente e provará isso.

Se a justiça entender assim, “Verinha” irá a júri popular.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Policia

Conheça o passo a passo das investigações da DIC e GAECO


Cidade

Hoje faz cinco anos desde o primeiro ato público em Balneário Camboriú


Cidade

Morto no sábado ele foi uma lenda no futebol catarinense  


Cidade

Jornal Página 3 prepara material especial para a data


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade