Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Projeto outorga título de cidadão benemérito a Fábio Flôr

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Divulgação CVBC

Terça, 15/5/2018 10:21.

Está na pauta de votações desta terça-feira (15) na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, projeto que outorga título de cidadão benemérito para o ex-secretário de Planejamento Fábio Francisco Flôr.

A proposta é do companheiro de partido, André Meirinho (PP) e do vereador Nilson Probst (MDB).

O título de cidadão benemérito homenageia pessoas nascidas em Balneário ou Camboriú até 19 de julho de 1964 que ao longo de suas vidas pessoas e profissionais se dedicaram ao desenvolvimento de Balneário.

Na longa justificativa, os vereadores destacam o histórico de Fábio Flôr e as contribuições dele para a cidade.

Segundo o texto, Fábio Francisco Flôr é natural de Balneário Camboriú, nasceu em 21 de dezembro de 1975. Filho de Manoel Otávio Flôr e Arlete da Silva, é casado com Patrícia Splitter e pai de Gustavo Splitter Flôr e Gabriela Splitter Flôr.

Ainda jovem, trabalhou como vendedor ambulante na praia central de Balneário Camboriú, foi escriturário e atuou em escritórios, até decidir cursar contabilidade, fundando a F3, em 2001.

Sua atuação em movimentos estudantis e associações de moradores também foi destacada. A possibilidade de concorrer a vereador apareceu já em 1996, mas só em 2003 ele aceitou o convite e concorreu, pelo PTB. Foi eleito por 904 votos.

Em 2012 decidiu ser mais uma vez candidato a vereador, sendo eleito pelo PP com 2.455 votos, tornando-se o vereador mais votado daquele
pleito. Participou dos pleitos eleitorais de 2008 e 2016 como candidato a Vice-Prefeito do Município.

Em 2010 e 2014 candidatou-se como Deputado Estadual para a Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, obtendo 9.213 e 15.714 votos, respectivamente.

Esteve à frente da Secretaria da Fazenda da Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú entre os anos de 2010 a 2012 e foi Secretário de Planejamento e Gestão Orçamentária (2015-2016).

Em 2016 tomou posse como Deputado Estadual propondo projetos como de Emenda à Constituição Estadual de Santa Catarina que determina a apresentação pelo Governo do Estado do Programa de Metas de sua gestão, autor da emenda que possibilitou que hospitais municipais, como o Hospital Municipal e Maternidade Ruth Cardoso, pudessem se habilitar a receber recursos do Fundo Estadual de apoio aos hospitais filantrópicos.

Para ler o projeto na íntegra clique aqui.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade