Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Balneário Camboriú está infestada de mosquitos

Publicidade

Publicidade

Publicidade

depositphotos

Terça, 17/4/2018 17:07.

Balneário Camboriú está infestada de mosquitos, basta conversar com qualquer pessoa sobre este assunto que logo surgem opiniões de que “nunca foi assim” ou “esse ano está demais”, mas o fenômeno se deve às condições climáticas ideais para a reprodução desses insetos.

O professor da Univali Ricardo Corbetta, mestre em Ciências Biológicas, explica que o clima ameno, estável e com bastante água das chuvas leva a essa situação.

Ele destaca que esse é o segundo ano com essas condições favoráveis para os mosquitos e considera que os cuidados devem iniciar em casa, evitando qualquer possibilidade, por menor que seja, de armazenar água.

“Vejo até copinhos nas ruas com larvas de insetos” destaca Corbetta, lembrando que o ciclo de reprodução é rápido, menos de 30 dias.

Os cuidados domésticos incluem também uso de inseticidas (com cautela em relação a crianças e idosos); telas nas portas e janelas, ventiladores, aparelhos de ar-condicionado e mosquiteiros.

Dados alarmantes

Além de mosquitos ou pernilongos, os cuidados devem ser redobrados porque Balneário Camboriú é oficialmente um município infestado pelo Aedes aegypti, conforme a Diretoria de Vigilância Sanitária de Santa Catarina.

O Aedes é o vetor de doenças como dengue, febre amarela, zika e chikungunya e por isso deve ser combatido ao máximo pela população.

Apesar das campanhas e visitas frequentes de agentes da Saúde, os números seguem crescendo não só aqui, mas em todo o Estado. De acordo com a DIVE/SC, o número de focos de 2018 é 64,7% maior quando comparado ao mesmo período do ano de 2017.

Segundo a DIVE local, o município está com 582 focos do mosquito.

Faça a sua parte:

  • evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usá-los, coloque areia até a borda;
  • guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
  • mantenha lixeiras tampadas;
  • deixe os depósitos d’água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
  • plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;
  • trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;
  • mantenha ralos fechados e desentupidos;
  • lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;
  • retire a água acumulada em lajes;
  • dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em banheiros pouco usados;
  • mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;
  • evite acumular entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue;
  • denuncie a existência de possíveis focos de Aedes aegypti para a Secretaria Municipal de Saúde;
  • caso apresente sintomas de dengue, chikungunya ou zika vírus, procure uma unidade de saúde para o atendimento.

Com dados DIVE/SC.

 

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Esportes

Na seleção um jogador de Balneário Camboriú  


Variedades

Vai rolar sorteio para o baile de abertura no Instagram do Página 3


Cinema

Nesta quarta-feira


Policia

Comandante recebeu título de cidadão honorário  


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade