Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Campanha de vacinação contra gripe começa nesta segunda-feira

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Quinta, 19/4/2018 8:52.

A campanha nacional de vacinação contra o Influenza inicia nesta segunda-feira (23) em todo o país. Em Balneário Camboriú ela será aplicada em todas as unidades de saúde até o primeiro dia de junho.

No dia 12 de maio acontece o Dia D, de mobilização nacional, quando mais postos serão abertos para atendimento à população, especialmente para aqueles que cumprem jornadas de trabalho e não podem se afastar durante a semana.

Em comparação ao ano passado não houve qualquer alteração em relação aos grupos de risco que devem tomar a vacina.

Em 2018, os tipos de vírus incluídos na campanha são o H1N1, o H3N2 e o influenza do tipo B Yamagata. Todos os anos, os subtipos dos vírus da gripe, incluídos no imunizante mudam, porque os diferentes causadores dessa infecção circulam pelo mundo e sofrem mutações com frequência.

É a Organização Mundial da Saúde (OMS) quem define a composição da vacina a cada ano. Para isso ela recebe e analisa as informações enviadas por centros de vigilância de todos os países.

No Brasil existem três estações que fazem exames em pessoas infectadas para descobrir quais as cepas virais que mais circulam em cada região do país: o Instituto Adolfo Lutz (SP), Fundação Oswaldo Cruz (RJ) e Instituto Evandro Chagas (Belém do Pará). Esses dados ajudam na composição da vacina.

Segundo levantamento da OMS a gripe mata mais de 650 mil pessoas todos os anos.

Desde o início do inverno 47 mil casos de gripe foram confirmados no Hemisfério Norte e o vírus que está se espalhando é o H3N2, um subtipo do Influenza A.

A presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações Isabella Ballalai disse que tanto o H1N1 como o H3N2 são tipos de influenza que circulam no Brasil, por isso as vacinas são tri ou quadrivalentes. Na rede pública são trivalentes e nas clínicas particulares normalmente são quadrivalentes.

Quem deve fazer

*Crianças de 6 meses a 5 anos

*Pessoas com mais de 60 anos

*Mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias

*Profissionais da saúde

*Professores da rede pública e particular

*População indígena

*Portadores de doenças crônicas

*Indivíduos imunossuprimidos, como pacientes com câncer que fazem quimioterapia e radioterapia

*Portadores de trissomias, como as síndromes de Down e de Klinefelter

*Pessoas privadas de liberdade

*Adolescentes internados em instituições socioeducativas

Nota: quem não faz parte desses grupos pode se vacinar em clínicas particulares.  


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Policia

Conheça o passo a passo das investigações da DIC e GAECO


Cidade

Hoje faz cinco anos desde o primeiro ato público em Balneário Camboriú


Cidade

Morto no sábado ele foi uma lenda no futebol catarinense  


Cidade

Jornal Página 3 prepara material especial para a data


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade