Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Maio Roxo alerta sobre doenças intestinais

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Divulgação
Cristo Luz aderiu ao Maio Roxo

Quarta, 23/5/2018 14:16.

Até o final deste mês está em andamento o movimento Maio Roxo, para alertar a população sobre as doenças inflamatórias intestinais, entre elas, a doença de Crohn e a retocolite ulcerativa. A estimativa dos organizadores do movimento é que cinco milhões de pessoas no mundo vivam com a doença de Crohn e a retocolite ulcerativa.

O Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal foi lembrado sábado (19). Em Balneário Camboriú o Cristo Luz aderiu à cor.

No Brasil, o movimento é organizado pela Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Chron com o objetivo de ampliar a conscientização e melhoria de vida dos pacientes por meio de informações.

Univali

Durante todo o mês, acadêmicos e professores da Escola de Ciência da Saúde prestam orientações à população, na Unidade de Saúde Familiar e Comunitária, no bloco F7 do Campus Itajaí.

As doenças inflamatórias intestinais (DII) acometem o trato gastrointestinal e caracterizam-se por processos inflamatórios crônicos, com episódios agudos imprevisíveis, compostos por períodos de remissão e exacerbação. As duas doenças mais comuns enquadradas neste grupo são a retocolite ulcerativa e a doença de Crohn. Como são doenças com resposta terapêutica variável, repercussões sistêmicas, psicológicas e sociais, a abordagem é complexa e envolve diversos profissionais da saúde.

Pacientes da Amfri

Para estes atendimentos, a Univali criou o Ambulatório Interdisciplinar de DII, localizado no Campus Itajaí, que atende moradores dos 11 municípios da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (Amfri), com assistência multidisciplinar à saúde da população acometida por estas doenças.

Alerta e prevenção

O objetivo das atividades realizadas na Univali, neste mês, é chamar a atenção da comunidade para as DII e seus sinais clínicos, para estimular o diagnóstico precoce, os hábitos alimentares saudáveis e a busca de qualidade de vida aos pacientes acometidos. A educação em saúde ocorre nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 7h às 8h, e das 12h às 13h, por acadêmicos dos cursos de Medicina, Nutrição e Psicologia, e professores do projeto de extensão "Doenças Inflamatórias Intestinais".

O grupo da Univali também realizará formações sobre as doenças inflamatórias intestinais dirigidas a profissionais da saúde do município de Itajaí.

Informações: (47) 3341-7788, na Unidade de Saúde Familiar e Comunitária (USFC) da Univali.

 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade